Indicador de sequência de fases

Esta montagem destina-se a especialmente ás pessoas que possuem ou trabalham com uma instalação trifásica, porque permite conhecer a sequência das fases.

 

 

A quem não estiver familiarizado com este assunto, diremos que, o conhecimento correcto da sequência das fases permite fazer rodar no sentido conveniente os motores eléctricos trifásicos.

Sem pretender entrar em pormenores técnicos que transformariam este artigo num curso, queremos, no entanto, dizer que, conforme o modo como são ligados os três fios de fase da alimentação de um motor eléctrico aos três fios das fases da rede, assim ele rodará num sentido ou no outro.

A ligação de um motor destes é feita quase sempre ao acaso e, se não rodar no sentido conveniente, trocam-se dois fios de fase. Poderá pensar-se que não tem importância o motor rodar inicialmente, ao contrário, uma vez que a simples troca de dois fios põe tudo em ordem.

Poderá não ter importância se o motor e a sua cablagem forem facilmente acessíveis e se a sua rotação ao contrário não tiver consequências. Porém, se a cablagem não for facilmente acessível, se o motor não for visível ou se uma rotação ao contrário puder deteriorar alguma coisa, será preciso proceder de outro modo. Apenas com alguns componentes pouco dispendiosos, esta montagem permite resolver o problema.

 

Esquema

Figura 1 - Esquema do indicador de sequência de fases.

 

Antes de analisá-lo, é preciso compreender bem que o que importa não é a ordem real das fases, o que não quer dizer grande coisa, mas a ordem da sua sucessão.

Assim, se se designarem por A, B e C os fios de fase da rede, e por D, E e F os fios do motor, e as fases se sucederem segundo a ordem alfabética, a ligação de A, B e C com D, E e F, por esta ordem, funcionará correctamente, assim como a de B, C e A sempre com D, E e F. Em contrapartida, B, A e C com D, E e F fará rodar o motor ao contrário.

As três fases são aplicadas a três resistências de potência a fim de que uma das fases seja tomada como referência. As outras duas são atenuadas por conjuntos formados por resistências e díodos zener, para actuar nos transístores T1 e T2.

Conforme as posições temporais relativas das fases, o colector de T1 estará no nível alto antes de T2, ou vice-versa. Como eles actuam nas entradas D e C de um flip-flop D, a saída Q estará no nível 1 ou no nível 0, conforme a ordem de sucessão das fases.

Resta apenas comandar dois LED pelas saídas Q e Q’ do flip-flop D, para ter uma indicação da ordem da sucessão. Aplicou-se um LED vermelho para indicar uma ordem incorrecta e um LED verde para indicar uma ordem correcta.

O que há a fazer a seguir é assinalar cuidadosamente os elementos e as ligações, para que as indicações da montagem tenham um significado. Tendo em conta o pouco tempo de utilização da montagem, a alimentação é confiada a uma simples pilha miniatura, de 9 V.

 

Montagem

Figura 2 - Traçado do circuito impresso.

 

 

Figura 3 - Implantação dos componentes.

 

O traçado simples do circuito impresso e a implantação dos componentes não põem qualquer problema. O funcionamento é imediato assim que tiver sido efectuada a última soldadura, mas são necessários alguns comentários.

Em primeiro lugar, se a montagem for alimentada mas não ligada às fases, acende-se um LED qualquer, o que é normal. A cor só tem significado em presença da rede.

Para utilizar a montagem convenientemente, é preciso proceder do modo seguinte: Ligam-se os três pontos A, B e C aos três fios das fases da rede. Se se acender o LED verde, podem assinalar-se os respectivos fios da rede com as letras A, B e C, e depois podem ser ligados por esta ordem ao motor (cujos fios estão imperativamente identificados segundo uma ordem numérica ou alfabética).

Se se iluminar o LED vermelho, trocam-se dois fios da fase, quaisquer, e constata-se que o LED verde se ilumina. Assinalam-se então com A, B e C e procede-se como no caso anterior.

Como último pormenor a referir, temos a circunstância de a montagem ser directamente ligada à rede trifásica. Portanto, deve ser montada numa caixa isolante, não devendo ficar acessível nenhuma parte sob tensão. Também deve haver o cuidado de ligar dispositivo às fases, por intermédio de fios bem isolados, por evidentes razões de segurança.

 

Lista de material

Resistências 1/4W ±5%

 

Semicondutores

 

Diversos

Página Inicial